Política monetária da China é adequada à inflação, diz BC

segunda-feira, 3 de março de 2008 10:26 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A atual política monetária da China cumpre a tarefa de combater a inflação, o principal objetivo do banco central do país, disse Yi Gang, vice-governador do Banco Popular da China.

Gang afirmou a jornalistas que espera que o crescimento econômico da China se mantenha estável neste ano. "O maior risco é que as pressões inflacionárias serão bastante fortes. Mas acredito que, por agora, nossas ferramentas de política monetária são adequadas para manejar essa complicada situação", afirmou.

A inflação alcançou o máximo em 11 anos em janeiro, 7,1 por cento, impulsionada por crescentes preços de alimentos. "Combater a inflação é sempre nossa máxima prioridade", afirmou.

"O banco central utilizará todo tipo de ferramenta de política monetária, incluindo alterações de depósito compulsório, operações de mercado aberto e controle de crédito, tudo ao mesmo tempo para ter uma melhor mistura de políticas para enfrentar a complexa situação internacional e doméstica", acrescentou.

Ele deu as declarações em um encontro do Comitê de Consultoria Política do Povo Chinês, que assessora o Congresso Nacional do Povo, o Parlamento chinês.

Uma das tarefas da sessão anual do Congresso, que acontecerá na quarta-feira, será a de aprovar o Orçamento de 2008.