Gordon Brown chama Mandelson de volta ao governo

sexta-feira, 3 de outubro de 2008 10:46 BRT
 

Por Tim Castle and Jodie Ginsberg

LONDRES, 3 de outubro (Reuters) - O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Gordon Brown, recorreu ao ex-inimigo Peter Mandelson na sexta-feira para reforçar seu governo em tempos de crise.

O retorno-surpresa de Mandelson, comissionário de comércio da União Européia, ao governo vai reforçar a posição de Brown em relação ao Partido Trabalhista em tempos de dúvidas quanto à sua liderança, além de afastá-lo de antigos aliados de Tony Blair, disseram analistas.

Ministro por duas vezes durante o mandato de Blair, Mandelson também renunciou duas vezes e alguns dos membros do Partido Trabalhista dizem que ele é uma figura que provoca tantas divisões que a estratégia de Brown pode não ser muito bem aceita pelo povo britânico.

Brown informou sobre a reformulação do governo por meio do Twitter --blog curto atualizado pelo celular-- e disse que os detalhes erão divulgados em seu site mais tarde.

"Trazer Peter Mandelson de volta... traz de volta mais peso e equilíbrio ao gabinete", disse Graham Stringer, parlamentar trabalhista que pediu um desafio de liderança contra Brown.

"Acho que Gordon Brown quer começar de novo. Ele teve um ano horrível em que desabamos nas pesquisad de opinião. Eu acho que ele está dizendo: 'Entendi errado, vamos começar de novo'", disse Stringer à BBC.