ATUALIZA2-Mantega: governo pode fazer "uso criativo" de reservas

sexta-feira, 3 de outubro de 2008 14:41 BRT
 

(Texto atualizado com mais comentários do ministro)

Por Daniela Machado

SÃO PAULO, 3 de outubro (Reuters) - As reservas internacionais brasileiras poderão ser usadas "de maneira criativa" para dar mais liquidez ao mercado no momento "mais agudo" da crise externa, afirmou nesta sexta-feira o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Sem dar detalhes sobre a nova idéia, Mantega lembrou apenas que o Banco Central já vem fazendo leilões compromissados de dólar de modo que as reservas são recompostas em até 30 dias.

"Com isso, você mantém praticamente o mesmo nível de reservas. E há outras maneiras semelhantes que podem ser feitas de modo a manter as reservas, porém dar mais liquidez", afirmou a jornalistas. "Usaremos outros instrumentos se for necessário. Poderemos usar de maneira criativa uma parte das reservas para irrigar o crédito."

Ele também citou, sem detalhes, que o governo prepara "outras medidas para dar crédito na área de exportação" e ajuda à indústria naval. "Vamos anunciar um aumento de recursos para o Fundo da Marinha Mercante."

Mantega avaliou que a crise global é grave e "não deve ser subestimada", mas reiterou que o Brasil tem como "ultrapassar este momento traumático" e que "o estresse agudo" vai passar. De qualquer modo, acrescentou, a turbulência acabou provocando uma correção "oportuna" do câmbio no país.

"O câmbio agora está mais alinhado e mais compatível com as nossas condições", disse em palestra na Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). "Minha impressão é que o câmbio não voltará aos níveis em que estava no passado (recente), ficará num patamar mais realista,"   Continuação...