Temor com crédito e Lehman derrubam mercados da Ásia

terça-feira, 3 de junho de 2008 08:01 BRT
 

Por Jason Subler

CINGAPURA (Reuters) - As principais bolsas asiáticas recuaram nesta terça-feira, derrubadas por quedas no setor financeiro e por empresas exportadoras depois que temores renovados sobre mais danos gerados pela crise global de crédito fizeram investidores migrarem para ativos considerados mais seguros, como títulos de governo.

As bolsas estenderam as perdas do dia depois que o Wall Street Journal afirmou que o Lehman Brothers pode levantar entre 3 bilhões e 4 bilhões de dólares em capital, sugerindo que a instituição pode anunciar seu primeiro prejuízo trimestral desde que começou a ter ações negociadas em bolsa.

Às 7h50 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico exceto Japão tinha desvalorização de 1,49 por cento, aos 475 pontos.

O artigo sobre o Lehman fomentou mais temores de crédito após uma leva de notícias ruins no overnight, incluindo a agência de classificação de risco S&P reduzindo ratings de três grandes bancos de investimentos de Wall Street, iniciando um movimento de venda de dólares.

"Podemos voltar a uma visão mais frágil sobre os mercados de crédito e ações", afirmou Sean Derby, estrategista de equity na Nomura, em Hong Kong.

"O mercado está cauteloso acerca dos desdobramentos com empresas financeiras com problemas", apontou Hideaki Inoue, gerente chefe de câmbio na Mitsubishi UFJTrust Bank, em Tóquio.

O índice Nikkei, da bolsa de TÓQUIO, fechou em baixa de 1,6 por cento, a 14.209 pontos, encerrando uma sequência de três sessões de alta. Exportadores como a Honda Motor figuraram entre os piores desempenhos da sessão por receio de que o iene mais forte possa reduzir a demanda por produtos japoneses no mundo.

A bolsa de HONG KONG recuou 1,83 por cento, para 24.375 pontos, impactada pelo artigo sobre o Lehman e grandes perdas em ações de telecomunicações.   Continuação...