Campanha de Hillary nega anúncio de desistência na 3a

terça-feira, 3 de junho de 2008 13:44 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - A campanha de Hillary Clinton negou na terça-feira que ela desistiria da candidatura em favor de Barack Obama. Uma reportagem da Associated Press dizia que Hillary falaria, na terça à noite, que Obama tem delegados suficientes para garantir a nomeação.

Segundo a AP, duas importantes autoridades da campanha de Hillary, que está atrás de Obama na disputa pela candidatura Estado por Estado, disseram que ela, no entanto, não suspenderia formalmente sua tentativa de voltar à Casa Branca.

O chefe da campanha de Hillary, Terry MacAuliffe, disse que a senadora "absolutamente não" desistiria da campanha e que a reportagem da AP estava incorreta.

A campanha de Hillary divulgou um curto comunicado, no qual disse: "A reportagem da AP está incorreta. A senadora Clinton não vai desistir da candidatura nesta noite".

A reportagem veio logo antes das duas últimas prévias democratas, em Montana e Dakota do Sul. Obama precisa de apenas algumas dezenas de delegados para garantir a nomeação e enfrentar o republicano John McCain na disputa pela Casa Branca nas eleições gerais de novembro.

A reportagem da AP disse que as autoridades da campanha de Hillary afirmaram que, para todos os efeitos, a campanha tinha acabado.

(Por Francis Kerry e Deborah Charles)