Votação da nova CPMF é adiada para quarta-feira

terça-feira, 3 de junho de 2008 16:59 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A votação da Contribuição Social para a Saúde (CSS), nome da nova CPMF, foi adiada para quarta-feira, informou o líder do governo na Câmara dos Deputados, Henrique Fontana (PT-RS).

"Estamos trabalhando para que a matéria seja aprovada", disse Fontana a jornalistas nesta terça-feira.

Ele não admitiu falta de votos para aprovar a contribuição, que é criticada por empresários e pela oposição, e disse que nesta terça o plenário votará uma medida provisória que tranca a pauta. A MP abre crédito extraordinário de 1,8 bilhão de reais para ministérios.

O líder da minoria, deputado Zenaldo Coutinho (PSDB-PA), disse que o governo não tem os votos necessários.

"A base do governo não tem votos, por isso está adiando mais uma vez a votação. A contribuição é imoral, absurda e do ponto de vista da oposição é inconstitucional", disse.

A votação da CSS estava prevista inicialmente para a semana passada. O projeto da contribuição surgiu para compensar o aumento de recursos para o setor de saúde previsto na emenda 29.