Petróleo cai mais de US$3 com dólar forte após fala de Bernanke

terça-feira, 3 de junho de 2008 17:17 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam em queda de mais de 3 dólares nesta terça-feira, com o dólar mais forte após o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, afirmar que o banco central norte-americano está focado no impacto do dólar na inflação.

A queda da commodity aumentou na parte da tarde quando a Comissão de Operação de Futuros de Commodity dos Estados Unidos anunciou passos para aumentar a regulamentação e a transparência nos mercados futuros de energia e agrícolas.

A baixa do mercado de energia veio após operadores se prepararem para os dados do governo sobre as reservas, que devem mostrar um alta de 800 mil barris, segundo pesquisa da Reuters com analistas.

Na Nymex, o contrato julho fechou a 124,31 dólares por barril, em queda de 3,45 dólares, ou 2,7 por cento, após ser negociado entre 123,87 e 127,98 dólares.

A commodity atingiu um recorde a 135,09 dólares em 22 de maio.

Em Londres, o petróleo tipo Brent caiu 3,44 dólares, ou 2,69 por cento, a 124,58 dólares por barril, sendo negociado entre 124,18 e 128,09 dólares.

"O sinal de 'tudo certo para comprar' do mercado de commodities acaba de ser apagado, e eu tenho certeza que operadores estão em alerta para uma recuperação do dólar, um evento baixista para as commodities", disse Chris Jarvis, analista sênior da Caprock Risk Management.

Jarvis disse que o Comitê Federal de Mercado Aberto tem "caminhado em uma linha fina" cortando as taxas de juros para evitar um "colapso financeiro" e ao mesmo tempo causando uma fraqueza do dólar que impulsionou a queda da moeda e a alta das commodities. O dólar avançou após Bernanke alertar sobre o impacto inflacionarão da fraca moeda, sugerindo que o Fed não deverá mais cortar a taxa de juros neste ano.

(Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)