3 de Março de 2008 / às 23:58 / em 10 anos

ATUALIZA-Lucro da Petrobras cai em 2007 por real e Petros

(Texto atualizado com mais informações e declarações)

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO, 3 de março (Reuters) - A Petrobras (PETR4.SA) registrou lucro líquido menor em 2007, de 21,5 bilhões de reais, devido à valorização do real e a gastos com o fundo de pensão dos funcionários da estatal.

Em 2006, a companhia havia registrado lucro recorde de 25,9 bilhões de reais.

No quarto trimestre do ano passado o lucro líquido foi de 5,05 bilhões de reais, 2,9 por cento menor que os 5,2 bilhões de reais registrados há um ano.

A estatal informou lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) de 12,03 bilhões de reais no período, contra 10,2 bilhões de reais no quarto trimestre de 2006.

Analistas consultados pela Reuters acreditavam que a estatal teria um lucro líquido de 5,9 bilhões de reais no 4o trimestre do ano passado e um Ebitda de 13,8 bilhões de reais.

“O lucro líquido em 2007 foi afetado pela valorização do real e pelo custo de incorporar maior estabilidade no longo prazo ao plano de pensão”, informou a estatal em comunicado.

O Ebitda fechado de 2007 ficou em 50,2 bilhões de reais, praticamente estável ante 2006.

“Um dos elementos (da queda do lucro) é o ajuste da Petros, que teve impacto negativo de 1,7 bilhão de reais”, afirmou a jornalistas o diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa.

“Outro elemento foi a valorização do real, que teve impacto negativo de 3,9 bilhões de reais, um impacto 2,6 bilhões de reais maior que o de 2006”.

Barbassa disse que a expectativa para 2008 é de um resultado melhor, devido à entrada em operação da capacidade total de várias plataformas, que começaram atividades no final de 2007.

“Para 2008 a expectativa é positiva. Tem um espaço enorme para crescer a produção e esse ano vamos produzir mais 460 mil barris por dia, além da área internacional, que vai começar a produzir na Nigéria”, acrescentou ele.

Barbassa ressaltou que embora o lucro líquido tenha sido menor em 2007, “o resultado da companhia foi ímpar em função das descobertas”.

A empresa confirmou no ano passado a existência de grandes reservas de petróleo e gás na área pré-sal na costa brasileira, o que elevou o valor de mercado da companhia em 87 por cento em 2007.

A Petrobras fechou o ano com um superávit na balança comercial do petróleo de 77 mil barris por dia. Em termos financeiros, o saldo foi positivo em 73 milhões de dólares. A companhia geralmente importa petróleo leve, menos presente em território brasileiro, e exporta petróleo pesado.

Reportagem de Denise Luna; Edição de Marcelo Teixeira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below