CÂMBIO-Dólar retoma trajetória de baixa e fecha a R$1,672

segunda-feira, 3 de março de 2008 16:13 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 3 de março (Reuters) - O dólar voltou a apontar para baixo nesta segunda-feira. Após interromper na sexta-feira uma série de nove quedas consecutivas, a moeda norte-americana ignorou o mau humor nos Estados Unidos e caiu 1,18 por cento, para 1,672 real.

No começo do dia, o mercado acompanhou a movimentação de Wall Street, chegando a operar em leve alta. Mais tarde, porém, abandonou o pessimismo externo e se deixou levar pela recente tendência de queda, que tem sido determinada principalmente pelo patamar relativamente alto dos juros no Brasil.

"Permanece ainda a arbitragem favorável (por causa do diferencial de juros internos e externos), o que está alimentando esse fluxo de recursos", disse o gerente de câmbio de um banco internacional, que preferiu não ser identificado.

Ele citou também a alta da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) como contribuição para a queda do dólar.

Júlio César Vogeler, operador de câmbio da corretora Didier Levy, teve avaliação parecida. "A única explicação plausível para essa queda é fluxo. Os investidores estão aproveitando os fundamentos do cenário brasileiro e vindo para cá."

"Com o corte precificado na taxa de juros (dos Estados Unidos), a arbitragem vai passar a ser mais atrativa ainda", acrescentou.

O Banco Central comprou dólares por meio de leilão, mas a moeda intensificou a queda após a operação. O BC definiu taxa de corte a 1,6730 real e aceitou, segundo operadores, ao menos uma proposta.

(Por Silvio Cascione; Edição de Daniela Machado)