Serviços da zona do euro têm forte desaceleração em setembro

quarta-feira, 3 de outubro de 2007 07:40 BRT
 

Por Nigel Davies

LONDRES (Reuters) - A taxa de crescimento do setor de serviços da zona do euro sofreu sua maior desaceleração em pelo menos nove anos em setembro, atingindo o menor patamar em dois anos, reflexo dos impactos provocados pela turbulência dos mercados financeiros, mostrou pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

A desaceleração dos serviços foi sentida nas quatro maiores economias da região. A queda na Alemanha foi a mais acentuada.

O índice de atividade do setor de serviços da RBS/NTC caiu para 54,2 em setembro, ante 58 em agosto.

Essa é a queda mais acentuada de um mês para o outro desde que a pesquisa passou a ser feita, há nove anos, o que levou o indicador para o menor patamar desde agosto de 2005.

O dado reforça as expectativas, já consolidadas, de que o Banco Central Europeu (BCE) deve manter na quinta-feira a taxa básica de juro da região em 4 por cento.