BOLSA EUROPA-Bancos e mineradoras derrubam mercados

quarta-feira, 3 de setembro de 2008 08:24 BRT
 

Por Joanne Frearson

LONDRES, 3 de setembro (Reuters) - O principal índice europeu de ações operava em forte queda nesta quarta-feira, derrubado por mineradoras e bancos conforme os investidores ficavam mais cautelosos sobre o crescimento econômico, com a Vodafone (VOD.L: Cotações) se destacando por uma redução de recomendação de uma corretora.

Às 8h16 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que acompanha as principais empresas do continente, apresentava desvalorização de 1,34 por cento, aos 1.184 pontos. O índice acumula perdas de 21 por cento no ano, afetado pela crise de crédito que atingiu especialmente as ações do setor financeiro.

Deutsche Bank (DBKGn.DE: Cotações), HBOS HBOS.L, Credit Agricole GAGR.PA e Barclays (BARC.L: Cotações) perdiam entre 1 e 4 por cento.

O fundo de hedge Ospraie Management anunciou na terça-feira que irá fechar um fundo depois que ele afundou em agosto por ações relacionadas ao setor de energia e mineração.

"As empresas financeiras não estão propensas a terem uma boa sessão após o colapso de fundos de commodities e fraqueza nos Estados Unidos", afirmou Heino Ruland, estrategista de ações no FrankfurtFinanz.

O banco francês Natixis (CNAT.PA: Cotações) perdia mais de 4 por cento depois que o jornal francês Les Echos afirmou que o banco pode estabelecer um preço abaixo de 3 euros por ação para sua emissão de ações.

No setor minerador, Kazakhmys (KAZ.L: Cotações), Antofagasta (ANTO.L: Cotações), BHP Billiton (BLT.L: Cotações) e Mondi (MNDI.L: Cotações) cediam entre 1 e 2 por cento, acompanhando as quedas nos preços do petróleo e do ouro.

A Vodafone recuava 3 por cento depois que o Credit Suisse rebaixou sua recomendação da empresa para "neutro".   Continuação...