Vale sobe com rumores de novo ajuste de minério em 2008

quarta-feira, 3 de setembro de 2008 11:08 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Rumores de que a Vale teria conseguido um ajuste suplementar de 20 por cento para o minério de ferro com clientes chineses fizeram as debilitadas ações da empresa abrirem em alta nesta quarta-feira, com analistas se dizendo positivamente surpresos se a notícia for confirmada.

"Se for isso mesmo é uma surpresa muito positiva, o papel está muito barato puxado em grande parte pela queda do níquel, mas o principal da receita da Vale é o minério", avaliou a analista da corretora Àgora Cristiane Viana.

A Vale informou que não vai comentar a notícia.

"Não comentamos boatos de mercado", afirmou um assessor.

No primeiro semestre, a empresa conseguiu um aumento no preço do minério de ferro, seu principal produto, em 65 e 71 por cento, dependendo da qualidade do minério, enquanto suas principais concorrentes, BHP e Rio Tinto conseguiram ajustes maiores, de até 96,5 por cento para principal matéria-prima do aço.

Para Pedro Galdi, da corretora SLW, o rumor "é tão estranho como ela (Vale) ter aumentado abaixo das concorrentes, que não seguiram o preço da companhia pela primeira vez em anos".

Segundo o analista, a notícia já está pesando positivamente nos papéis da companhia, o que deve levar a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a pedir explicações.

"É muito estranho, estamos falando em desaquecimento em várias economias... fica um pouco complicado, o papel já abriu subindo 2 por cento", disse o especialista.

A CVM também disse desconhecer o assunto e não havia ninguém imediatamente disponível para comentar sobre a variação das ações da companhia.

Às 11h04, os papéis da Vale disparavam 4,50 por cento, enquanto o Ibovespa subia 1,39 por cento.

(Reportagem de Denise Luna)