Embraer recebe encomenda da Índia por três jatos de vigilância

sexta-feira, 4 de julho de 2008 19:41 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de aviões Embraer anunciou nesta sexta-feira que o governo da Índia encomendou três jatos EMB 145, um modelo utilizado atualmente em missões de inteligência e vigilância no Brasil, no México e na Grécia. O valor do negócio, que inclui peças de reposição, treinamento e outros itens, não foi revelado.

Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa brasileira afirmou que a primeira entrega está prevista para 2011 e que a nova frota se juntará a quatro jatos Legacy usados pela Força Aérea da Índia para transportar autoridades.

"Em nosso compromisso com uma parceria de longo prazo com o governo da Índia, esperamos continuar colaborando para o fortalecimento da capacidade operacional da vigilância área do país", disse no comunicado Luiz Carlos Aguiar, vice-presidente executivo da Embraer para Defesa e Governo.

Segundo a Embraer, o EMB 145 é derivado do jato regional ERJ 145, que já conta com mais de mil aeronaves em operação em todo o mundo. O modelo comprado pela Índia, diz a empresa, é capaz de "detectar, rastrear e identificar alvos dentro da sua área de patrulhamento e transmitir estas informações para forças amigas".

A aeronave também pode monitorar o espaço aéreo, controlar o posicionamento de caças em missões de interceptação, inteligência de sinais e vigilância marítima e de fronteira, disse o comunicado da Embraer.

A Força Aérea Brasileira é dona de cinco aeronaves EMB 145.

Até 31 de março, a fabricante brasileira contava com uma carteira de pedidos firmes no valor de 20,3 bilhões de dólares.