PANORAMA1-Mercado de trabalho dos EUA tempera decisão do Fed

segunda-feira, 4 de agosto de 2008 07:52 BRT
 

SÃO PAULO, 4 de agosto (Reuters) - O Federal Reserve reúne-se nesta semana para deliberar sobre o juro básico norte-americano. A expectativa é de manutenção da taxa em 2,0 por cento na terça-feira, numa decisão temperada por dados que mostram o mercado de trabalho ainda fraco nos Estados Unidos.

Em julho, a economia norte-americana fechou 51 mil vagas. Apesar de o número ter sido inferior ao esperado por analistas, a taxa de desempregou atingiu o maior nível desde março de 2004.

"A perda de empregos (do mês) não foi dramática, mas mostra que a economia está muito perto de uma recessão e os problemas no mercado de trabalho provavelmente serão uma preocupação para os consumidores", afirmou Gary Thayer, economista sênior do Wachovia Securities, em St. Louis.

No mercado futuro de juros dos EUA, o primeiro aumento de 0,25 ponto percentual da taxa básica não está precificado até a reunião de janeiro.

No Brasil, um dos destaques da semana é a inflação "oficial" de julho --o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) será divulgado na sexta-feira. E a agenda corporativa volta com força, com os resultados trimestrais de Bradesco BBDC4.SA, Itaú ITAU4.SA, Unibanco UBBR11.SA, Vale (VALE5.SA: Cotações) e Braskem (BRKM5.SA: Cotações), entre outros.

O Bradesco informou que fechou o primeiro semestre do ano com um lucro líquido de 4,105 bilhões de reais, ante 4,007 bilhões de reais no mesmo período do ano passado. Para ver mais detalhes, clique [nN04457257].

Para a agenda do dia, clique [nN04436715]

Veja como encerraram os principais mercados na sexta-feira:   Continuação...