Bolsa na Ásia recuam, pressionadas por produtores de chips

quinta-feira, 4 de outubro de 2007 08:50 BRT
 

Por Louise Heavens

CINGAPURA (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia encerraram em queda nesta quinta-feira, afetadas por fabricantes de chips que tiveram suas ações pressionadas por relatórios negativos sobre Intel e companhias petrolíferas que sentiram a queda nos preços do petróleo.

As ações dos setores ligados à produção de chips na Ásia registraram as maiores quedas na região, seguindo recuou da gigante norte-americana Intel . O Morgan Stanley iniciou cobertura sobre as ações da empresa com uma classificação "underweight" (abaixo da média do mercado), afirmando que espera uma correção de estoques e uma guerra de preços.

No Japão, a bolsa de TÓQUIO fechou em baixa de 0,62 por cento, a 17.092 pontos. A fabricante de equipamentos para a produção de chips Advantest caiu 0,81 por cento.

Ganhos com ações de bancos, como o Mitsubishi UFJ Financial Group, ajudaram a minimizar a queda no índice uma vez que ampliaram rali motivado com a percepção de que o pior da crise no mercado de crédito imobiliário de alto risco dos Estados Unidos já passou.

"É natural o mercado se ajustar sozinho depois de um rali recente, mas ele geralmente tem espaço para subir mais", disse Akihito Yamanoi, gerente geral do departamento de investimentos em ações da AIG Global Investment.

"Mas antes dos dados de emprego nos EUA, os investidores vão achar difícil tomar uma ação", acrescentou. Os números de geração de empregos nos EUA em setembro serão divulgados na sexta-feira.

A bolsa de SEUL caiu 0,52 por cento, para 2.003 pontos. Na terça-feira, a bolsa bateu recorde antes de feriado nacional.

O mercado sul-coreano foi pressionado pela queda nas ações da Samsung Electronics, que foi afetada por prejuízo da rival norte-americana Micron Technology e pelo relatório do Morgan Stanley sobre a Intel.   Continuação...

 
<p>Investidor da Mal&aacute;sia monitora pre&ccedil;os de a&ccedil;&otilde;es em Kuala Lumpur, dia 2 de outubro. As bolsas de valores da &Aacute;sia encerraram em queda nesta quinta-feira. Photo by Bazuki Muhammad</p>