Índice de bolsas da Ásia fica estável antes de empregos no EUA

sexta-feira, 4 de abril de 2008 08:11 BRT
 

Por Tom Miles

HONG KONG (Reuters) - Os mercados asiáticos perderam força nesta sexta-feira, com os investidores preferindo esperar relatório de nível de emprego nos Estados Unidos. Os dados devem ser divulgados durante o dia e devem fornecer uma nova leitura sobre o estado da economia.

Às 8h01 (horário de Brasília) o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico exceto Japão tinha ligeira queda de 0,02 por cento, aos 472,68 pontos, mantendo-se em seu maior patamar em um mês.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO fechou em queda de 0,72 por cento, com os investidores realizando lucros após uma recuperação de mais de 12 por cento desde 17 de março, quando o mercado viu seu patamar mais baixo desde agosto de 2005.

"De fato, há sinais de melhora recente no mercado acionário e financeiro dos Estados Unidos. Mas a economia norte-americana não irá mudar bruscamente", explicou Craig James, economista-chefe na CommSec.

Investidores estão de olho na economia norte-americana porque seu desaquecimento está minando a demanda e enfraquecendo o dólar, um problemas duplo para as empresas exportadoras asiáticas.

O relatório de empregos dos Estado Unidos irá testar o entusiasmo dos investidores, que esperam já ter visto o pior da crise ocorrer.

A expectativa dos economistas é de fechamento de 60 mil postos de trabalho em março e taxa de desemprego subindo de 4,8 para 5,0 por cento na comparação mensal.

"O mercado ficará de olho se os resultado de empregos dos Estados Unidos irão jogar água fria no otimismo dos investidores", apontou Hideaki Inoue, gerente chefe de comércio câmbio no Mitsubishi UFJ Trust Banking.   Continuação...