JURO-EUA preocupam investidor e projeções sobem na BM&F

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008 16:34 BRST
 

SÃO PAULO, 4 de janeiro (Reuters) - As projeções de juros mais negociadas na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) subiram nesta sexta-feira e praticamente anularam a queda observada na véspera.

Segundo o operador de uma corretora em São Paulo pesaram sobre os negócios dados fracos da economia norte-americana e o fato de os investidores ainda estarem digerindo as medidas para compensar o fim da CPFM.

Nos Estados Unidos, o dia foi de fortes perdas depois que o governo anunciou abertura de apenas 18 mil postos de trabalho em dezembro. A expectativa de analistas ouvidos pela Reuters era de 70 mil novas vagas.

Além disso, a taxa de desemprego subiu para 5,0 por cento --a maior desde novembro de 2005.

A Bolsa de Valores de São Paulo chegou a cair mais de 3 por cento pelo temor de recessão nos EUA. No câmbio, os negócios foram reduzidos enquanto bancos e corretoras digeriam a incidência de IOF sobre o mercado interbancário.

O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) janeiro de 2009 subiu de 11,96 para 12,05 por cento. O DI janeiro de 2010 avançou de 12,67 para 12,74 por cento ao ano.

No mercado aberto, o Banco Central recolheu 41,358 bilhões de dólares das instituições financeiras. Os recursos voltam ao mercado na segunda-feira, corrigidos pela taxa equivalente a 11,20 por cento ao ano.

(Texto de Daniela Machado; Edição de Alexandre Caverni)