Setor automotivo bate mais um recorde no 1o trimestre

sexta-feira, 4 de abril de 2008 15:46 BRT
 

Por Vanessa Stelzer

SÃO PAULO (Reuters) - Economia em expansão, facilidade de financiamento e maior poder de compra do consumidor brasileiro levaram a indústria automotiva a registrar novos recordes de produção e vendas em março e no primeiro trimestre do ano.

Ao anunciar os dados, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) manteve as perspectivas de continuidade do crescimento do setor, apesar da possibilidade de ações de parte do governo para restringir a demanda e conter a inflação.

As vendas de veículos novos no Brasil cresceram 31,4 por cento nos três primeiros meses de 2008 sobre igual período de 2007, para 648 mil unidades, disse a entidade nesta sexta-feira. A produção no período teve avanço de 19,3 por cento, a 783 mil unidades. Foram os melhores números trimestrais da série histórica.

Apenas em março, as vendas internas somaram 232,1 mil unidades e a produção atingiu 280,6 mil unidades, volumes recordes para o mês.

"Estamos crescendo no ritmo do crescimento brasileiro, um pouco acima até, mas crescendo junto com outros setores da economia. Não é uma bolha de crescimento, é um crescimento sustentável", disse Jackson Schneider, presidente da Anfavea.

"Estamos no sexto ano de crescimento... As condições da economia estão se traduzindo em poder de compra."

Schneider manteve as previsões para o ano, mas disse que, após um primeiro trimestre bastante forte, elas podem ser revisadas para cima.

A estimativa é de alta da produção em 2008 de 8,9 por cento, para 3,235 milhões de unidades, e de avanço de 17,5 por cento das vendas, a 2,895 milhões de unidades. Ambos os números seriam os maiores da história.   Continuação...