FGV eleva previsão de inflação pelos IGPs este ano para até 5,5%

quinta-feira, 4 de outubro de 2007 13:14 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Embora a inflação pelo Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) tenha desacelerado em setembro, a Fundação Getúlio Vargas elevou nesta quinta-feira sua previsão para os IGPs no ano para uma faixa entre 5,0 e 5,5 por cento.

No início de 2007, a estimativa era de que a inflação por esses índices fosse de 3,5 por cento.

"Os alimentos subiram mais do que se esperava este ano. Eles descolaram e vamos ter quase 2 pontos a mais de inflação, afirmou Salomão Quadros, economista da FGV.

Em 12 meses, o IGP-DI acumula alta de 6,16 por cento. No ano, a variação acumulada é de 4,44 por cento.

"Faltam só três meses para o ano acabar e está cada vez mais apertado", acrescentou.

Após três meses em aceleração, o IGP-DI, a exemplo dos demais IGPs, perdeu força em setembro para 1,17 por cento ante taxa de 1,39 por cento em agosto.

Os alimentos foram os principais responsáveis pelo recuo, de acordo com a FGV.

Houve uma menor pressão dos alimentos processados no atacado e de algumas matérias-primas brutas, como bovinos, aves e derivados. "O recuo só não foi mais forte porque ocorreram novas altas das matérias-primas comercializáveis. Soja e milho continuaram subindo lá fora, mas há indícios de que podem começar a diminuir na ponta", disse o economista.   Continuação...