Devon fará primeira venda de petróleo brasileiro sem PETROBRAS

quinta-feira, 4 de outubro de 2007 16:10 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 4 de outubro (Reuters) - A norte-americana Devon (DVN.N: Cotações) prepara para o final do mês sua primeira venda de petróleo brasileiro no mercado, tornando-se a primeira companhia estrangeira sem parceria com a Petrobras (PETR4.SA: Cotações) a vender petróleo produzido no país.

O presidente da Devon no Brasil, Murilo Marroquim, informou que a primeira carga de petróleo a ser vendida do campo de Polvo, na bacia de Campos, será de 400 mil barris e ainda não tem destino definido.

"Vamos vender para quem quiser, dentro ou fora do país", disse Marroquim a jornalistas durante seminário da Associação Internacional de Negociadores de Petróleo (AINP, na sigla em inglês).

O campo de Polvo está em operação desde julho deste ano e atualmente produz 12 mil barris diários de petróleo, em três poços, e terá sua capacidade elevada para 50 mil barris em meados de 2008, quando atingir dez poços operando.

A empresa declarou comercialidade do campo de Xerelete, na bacia de Campos, mas ainda não decidiu quando irá continuar os trabalhos, segundo Marroquim. Ele ressaltou que a indústria petrolífera vem enfrentando problemas em conseguir equipamentos para desenvolver a produção.

"Não vamos gastar muito no ano que vem porque só conseguimos sonda para perfurar blocos em 2009", disse o executivo.

Segundo ele, a sonda ficará perfurando poços da Devon no Brasil durante cinco anos. O aluguel custa 425 mil dólares por dia e foi alugada pela Transocean para a Devon.

"Fora Polvo temos cinco blocos em fase de exploração", informou.