CONSOLIDA-Indústria automotiva tem novo recorde no 1o semestre

sexta-feira, 4 de julho de 2008 15:12 BRT
 

Por Vanessa Stelzer

SÃO PAULO, 4 de julho (Reuters) - O setor automotivo confirmou recordes de vendas e produção no primeiro semestre de 2008, refletindo a força da demanda interna.

A perspectiva é de que o crescimento desacelere um pouco na segunda metade do ano pelo desaquecimento geral da atividade após a alta do juro e pela base de comparação forte de 2007. Esse movimento, no entanto, não será empecilho para que o setor registre o melhor ano de sua história no Brasil.

"A inadimplência está sob controle, o crédito está crescendo, a economia está crescendo", citou Jackson Schneider, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, ao comentar os dados desta sexta-feira.

Schneider ressaltou que a inadimplência subiu para 3,7 por cento em maio deste ano ante 3,3 por cento um ano antes, mas continua sendo a menor taxa entre os bens duráveis.

As vendas internas do setor avançaram 5,8 por cento em junho sobre maio e 28,8 por cento frente a igual mês de 2007, para 256 mil unidades. Nos seis primeiros meses do ano, foram vendidas 1,41 milhão de unidades, avanço de 30 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

A produção de veículos subiu 4,8 por cento mês a mês e 23 por cento ante junho de 2007, totalizando 303,8 mil unidades. Foi o melhor junho da história para a produção. No semestre, houve avanço de 21,3 por cento, para 1,68 milhão de veículos.

"Vemos agora o mercado chegando a um patamar de crescimento mais cadenciado. Há uma tendência de que no segundo semestre as taxas sejam menores", afirmou Schneider.

Ainda assim, ele manteve as previsões para o ano de aumento das vendas em 24,2 por cento, a 3,060 milhões de unidades, e de crescimento da produção em 15 por cento, a 3,425 milhões.   Continuação...