October 23, 2007 / 2:04 AM / in 10 years

Em leilão, Petrobras leva 26 blocos no Golfo do México

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras anunciou nesta quinta-feira que arrematou 26 blocos de exploração no Golfo do México, em leilão promovido pelo órgão regulador dos Estados Unidos para atividades no mar.

"A companhia ficou posicionada entre as 10 concorrentes com o maior número de propostas vencedoras, com o investimento de 108,1 milhões de dólares", informou a estatal em um comunicado.

Segundo a empresa, o valor foi oferecido pelos blocos localizados nas regiões central e leste do Golfo do México, "num dos mais competitivos leilões já experimentados na região".

A estatal informou ainda que o negócio está alinhado ao Plano Estratégico da empresa, que prevê forte crescimento internacional com investimentos em áreas prioritárias, entre elas o setor americano do Golfo do México.

Dos 26 blocos obtidos, a Petrobras assegurou 100 por cento de participação em 20 blocos, além da condição de operadora.

Os demais seis blocos foram arrematados em parceria com a empresa americana Devon Energy, dos quais dois serão também operados pela Petrobras e quatro pela sócia.

Cada empresa deterá 50 por cento em cada bloco.

A Petrobras informou ainda que, de acordo com as regras do leilão, o órgão regulador norte-americano ainda precisa confirmar as propostas vencedoras.

"Confirmados esses blocos, eles serão incorporados à carteira de projetos exploratórios da companhia, totalizando 338 blocos, dos quais 200 operados pela Petrobras".

"A exemplo do leilão realizado em agosto de 2007, quando arrematou 34 blocos, a Petrobras buscou consolidar a sua posição nas áreas que são o foco de suas atividades no Golfo do México, com destaque para as águas profundas e ultraprofundas...", informou nota da empresa, que opera na região nos quadrantes Walker Ridge, Mississipi Canyon, Green Canyon, Garden Banks, Keathley Canyon e Lloyd Ridge.

A empresa destacou na nota que "tem participações em três das mais importantes descobertas nos reservatórios do Terciário Inferior na região, nos campos de Cascade, Chinook e Saint Malo, localizados no Quadrante Walker Ridge.

"Os campos de Cascade e Chinook são operados pela Petrobras, que será a empresa pioneira tanto na produção desse reservatório em águas ultraprofundas, como na utilização de uma plataforma do tipo FPSO (navio-plataforma), cujo início da produção é estimado para 2010."

O comunicado informou ainda que "os principais contratos, necessários à implantação dos projetos de desenvolvimento da produção desses campos, serão assinados ainda em 2007".

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below