Anatel aprova venda de parte da Unicel para a HiTs Telecom

quinta-feira, 4 de setembro de 2008 18:57 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu anuência prévia para a transação entre a empresa árabe HiTs Telecom e a Unicel, que adotou como marca no país o nome "aeiou".

A anuência concedida nesta quinta-feira autoriza a HiTs Telecom a comprar 49,1 por cento da holding controladora da "aeiou", que adquiriu licença para ser a quarta operadora de celular do Estado de São Paulo, segundo a assessoria de imprensa da Anatel.

A companhia comprou licenças como Unicel, mas escolheu a marca "aeiou" por considerá-la mais facilmente associada ao público jovem, seu mercado prioritário em um primeiro momento.

A empresa colocou chips para testes da população em São Paulo e informa em seu site que as 10 mil unidades já estão esgotadas. A partir da próxima segunda-feira, ela começa efetivamente a operação comercial.

A família Melo da Silva idealizou o projeto da nova operadora, que tem José Roberto Melo da Silva como presidente. Ele chegou a contar com uma holding de investimentos norte-americana como sócia no início, a EDJ8, mas esta abandonou o empreendimento antes do lançamento.

A HiTs Telecom Group, sediada na Arábia Saudita, tem ações negociadas na Kuwait Stock Exchange, de acordo com a "aeiou", e opera também na África e Oriente Médio.

Com licença apenas no Estado de São Paulo, a operadora tem planos de conquistar 2 milhões de usuários em três anos de atuação. Ela vai concorrer com Vivo, Claro e TIM, além de, mais tarde, com a Oi, que ingressa no Estado a partir de outubro.

A estratégia da companhia é manter uma operação de baixo custo para ter tarifas menores que as da concorrência. Por isso, a "aeiou" só vende chips, e não aparelhos de celular, e toda a operação é centralizada na Internet, sem lojas ou pontos de venda.

(Por Taís Fuoco)