Vendas no varejo na zona do euro caem com alta nos preços

quarta-feira, 4 de junho de 2008 08:20 BRT
 

Por Marcin Grajewski

BRUXELAS (Reuters) - As vendas do varejo na zona do euro caíram mais que o esperado em abril, num outro sinal do desaquecimento econômico à medida em que o petróleo e alimentos mais caros afetaram o poder de compra do consumidor, elevando as expectativas de uma manutenção ou corte nas taxas de juros. As vendas do varejo, um indicador da demanda do consumidor, caíram 0,6 por cento na comparação mensal nos 15 países usando o euro e tiveram queda de 2,9 por cento no ano, segundo o instituto oficial de estatísticas da União Européia (Eurostat).

Economistas consultados pela Reuters esperavam um aumento mensal de 0,2 por cento e uma queda de 0,6 por cento na comparação anual.

O Eurostat revisou ainda os números de varejo para março -- para uma queda de 0,9 por cento na comparação mensal e perda de 2,3 por cento no ano, ante leitura anterior de quedas de 0,4 e 1,6 por cento respectivamente.

Em abril, as vendas de alimentos, bebidas e tabaco -- os preços dos dois primeiros têm subido -- tiveram as maiores quedas, cerca de 1 por cento ante março e 3,4 por cento em 12 meses.

"Os consumidores estão claramente relutantes, ou incapazes, de elevar seus gastos frente à elevada inflação, apertadas condições de crédito, altas taxas de juros, temores sobre as perspectivas econômicas e sobre suas finanças pessoais no longo prazo", afirmou Hower Archer, economista-chefe na Global Insight.