Lucro líquido do Bradesco cai no 2o trimestre

segunda-feira, 4 de agosto de 2008 09:19 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O lucro do Bradesco caiu 13 por cento no segundo trimestre de 2008 em relação a igual período do ano passado, quando o resultado havia sido impulsionada pela venda do investimento na Arcelor Brasil e de parte da empresa de informações de crédito Serasa.

O maior banco privado do país registrou um lucro líquido de 2,002 bilhões de reais entre abril e junho, contra 2,302 bilhões de reais no segundo trimestre de 2007, informou a instituição em comunicado ao mercado nesta segunda-feira. Ajustado, o lucro do segundo trimestre de 2007 foi de 1,801 bilhões de reais.

No primeiro semestre de 2008, o lucro líquido do banco aumentou para 4,105 bilhões de reais, alta de 2,4 por cento em relação ao valor registrado no mesmo período do ano passado.

Segundo o banco, o resultado do semestre foi mais uma vez impulsionado pela carteira de crédito, que, incluido avais, fianças e valores a receber com cartões de crédito atingiu 181,602 bilhões de reais ao final de junho, um aumento de 38,8 por cento em relação ao registrado nos seis primeiros meses de 2007.

As operações com pessoas físicas cresceram 32,2 por cento, para 65,872 bilhões de reais. No caso das pessoas jurídicas, o avanço foi de 42,9 por cento, para 115,730 bilhões de reais.

O Bradesco encerrou o primeiro semestre com um patrimônio líquido de 33,711 bilhões de reais, um aumento de 22,5 por cento em relação ao apurado no primeiro semestre de 2007.

O lucro semestral corresponde a uma rentabilidade de 28,6 por cento sobre o patrimônio líquido médio.

(Por Renato Andrade e Vanessa Stelzer)