China deve atingir 1,5 bilhão de habitantes em 2033

terça-feira, 4 de dezembro de 2007 08:52 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A população da China subirá para 1,5 bilhão de pessoas até 2033, com as taxas de natalidade crescendo pelos próximos cinco anos, informou a mídia local nesta terça-feira.

A população chinesa, atualmente de 1,3 bilhão de pessoas, chegará a 1,45 ou 1,46 bilhão em 2020, e subirá para 1,5 bilhão em 2033, disse Zhai Zhenwu, chefe do instituto de pesquisa populacional da Universidade de Pequim, de acordo com o jornal Beijing News.

"Atualmente, a China está somando 16 milhões de pessoas por ano. Até 2012, vai chegar ao pico de 19 milhões anualmente", disse Zhai ao jornal.

A população chinesa, a maior do mundo, está crescendo em ritmo "normal", segundo Zhai, e o país precisa manter a mesma taxa de natalidade para prevenir que haja um crescimento rápido ou lento demais.

Com a maior população do mundo disputando terra, água e fontes de energia, a China tem se esforçado para impor regras que restrinjam o tamanho das famílias desde os anos de 1970.

As regras variam, mas normalmente as famílias são limitadas a um filho por casal, ou dois no interior.

O governo do país afirma que suas políticas de natalidade impediram várias centenas de milhões de nascimentos e impulsionaram a prosperidade, mas especialistas alertam para a formação de uma bomba-relógio por causa do envelhecimento da população e aumento da disparidade entre gêneros face a tradicional preferência dos pais por meninos.

 
<p>Uma caravana de aproximadamente duas mil pessoas durante a 'Grande Caminha' ao longo da Muralha da China. A popula&ccedil;&atilde;o da China subir&aacute; para 1,5 bilh&atilde;o de pessoas at&eacute; 2033, com as taxas de natalidade crescendo pelos pr&oacute;ximos cinco anos, informou a m&iacute;dia local nesta ter&ccedil;a-feira. Photo by David Gray</p>