Meirelles reitera atuação "vigorosa" contra inflação

segunda-feira, 4 de agosto de 2008 09:46 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 4 de agosto (Reuters) - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reiterou nesta segunda-feira que a autoridade monetária vai atuar de forma "vigorosa" para trazer a inflação de volta para o centro da meta em 2009.

"No caso específicio do Brasil, isso envolve uma atuação vigorosa do Banco Central para reverter as pressões inflacionárias e trazer a inflação de volta para os 4,5 por cento já em 2009", disse Meirelles na abetura do 10o seminário anual de metas para a inflação do BC.

O mercado prevê, segundo o relatório Focus, uma inflação de 5 por cento para 2009, acima do centro da meta de 4,5 por cento, mas abaixo dos 6,54 por cento previstos para este ano.

O presidente do BC defendeu ainda o regime de metas e o câmbio flutuante como instrumentos de controle inflacionário.

"A elevação da inflação global em função de pressões sobre preços de commodities e de evidentes descompassos entre o ritmo de crescimento da demanda e da oferta observados em diversos países têm suscitado um questionamento de forma precipitada e a nosso ver equivocado sobre o regime de metas", disse Meirelles.

"De fato este regime tem se mostrado bastante resiliente e eficaz e, ao requerer que os bancos centrais explicitem o objetivo e o horizonte de atuação da política monetária, particularmente apropriado para lidar com episódios de aceleração inflacionária atual."

(Por Rodrigo Viga Gaier; Edição de Vanessa Stelzer e Renato Andrade)