ThyssenKrupp espera aumento de custos no ano fiscal 2007/2008

terça-feira, 4 de dezembro de 2007 10:04 BRST
 

ESSEN, Alemanha (Reuters) - O grupo industrial alemão ThyssenKrupp espera que os custos de início de operação de usinas de aço no Brasil e Estados Unidos, de sua divisão de Aço e Inoxidáveis, aumentem para cerca de 200 milhões de euros (294 milhões de dólares), no ano fiscal de 2007/2008.

No ano fiscal encerrado em setembro, os custos de início de operação somaram 40 milhões de euros, informou o presidente-executivo, Ekkehard Schulz, na terça-feira, em conferência anual.

Ele acrescentou que espera 29 milhões de euros em custos de reestruturação na unidade de soluções automotivas Drauz Nothelfer no atual ano fiscal, mas informou que isso deve marcar o fim da série de custos de reestruturação da operação automotiva.

Schulz acrescentou que não gostaria de ver o dólar se depreciar mais, para além de 1,50 em relação ao euro, e informou que não espera que isso aconteça.

(Por Christiaan Hetzner)