March 4, 2008 / 7:41 PM / 9 years ago

Empresa de biocombustíveis da PETROBRAS será criada em 3 meses

4 Min, DE LEITURA

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO, 4 de março (Reuters) - A empresa de biocombustíveis da Petrobras (PETR4.SA) --ainda sem nome mas já apelidada por alguns de Biobras-- reunirá ativos de etanol e biodiesel da estatal e tem prazo de três meses para ser criada.

A nova unidade atuará apenas no 'upstream', ou seja, o que não for produção continuará com a diretoria de Abastecimento, como os alcooldutos. Segundo fontes da Petrobras, a nova estatal deverá ser comandada pelo atual assessor da presidência Alan Kardec.

Ainda numa fase embrionária, de acordo com o diretor Financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, a nova empresa tornou-se necessária devido à falta de experiência da Petrobras com o setor agrícola.

"A Petrobras está acostumada a lidar mais com projetos de petróleo, água profunda, essa área (biocombustível) é um pouco diferente...agricultura, produção em pequena escala, por isso achamos que seria mais adequedo ser tratada por uma empresa específica", afirmou Barbassa a jornalistas nessa terça-feira após reunião com analistas de mercado.

A empresa será uma subsidiária integral da estatal e parceira da japonesa Mitsui nos acordos com produtores de álcool da região Centro-Oeste.

Desde o ano passado, a Petrobras avalia cerca de 40 projetos de novas usinas nessa região para começar a produzir etanol no Brasil visando exportação, principalmente para o Japão. Até o momento, apenas três projetos pilotos foram selecionados e ainda não receberam sinal verde da diretoria para serem implementados.

As parcerias, ainda na mesa do atual diretor de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, deverão passar às mãos de Kardec assim que o nome do executivo for confirmado oficialmente.

Além de um futuro promissor na área de etanol, com previsão de exportar quase 5 bilhões de litros a partir de 2012 --contra os 500 milhões de litros previstos para 2008-- a nova estatal que será criada ficará com os ativos de biodiesel.

Ainda este ano, três plantas de biodiesel da Petrobras --com capacidade total instalada de 170 milhões de litros-- serão inauguradas, segundo Barbassa.

"Vamos inaugurar as três plantas no primeiro semestre (junho) e já contamos com volume de oleaginosas suficiente, mas é um desafio muito grande", disse o executivo.

Uma quarta planta, com capacidade para 400 milhões de litros, será construída no Nordeste e está prevista para 2010. Os planos da estatal são de produzir 900 milhões de litros de biodiesel por ano a partir de 2012.

"Vamos começar com oleaginosas e estamos apostando que haverá um crescimento em produtividade na área, como houve no caso do álcool...isso vai tornar o Brasil um produtor mais expressivo nessa área", complementou.

Ele lembrou que a Petrobras tem 1,5 bilhão de dólares previstos no Plano Estratégico para a área de biocombustíveis até 2012.

"O Brasil tem toda a potencialidade para produzir biocombustíveis, nós estamos nessa linha com pesquisas de segunda geração, de biocombustíveis como o álcool a partir de celulose, e isso é o futuro do biocombustível", afirmou.

Edição de Marcelo Teixeira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below