Bancos e setor tecnológico deixam mercados europeus n vermelho

terça-feira, 4 de março de 2008 14:34 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - Os mercados europeus tiveram seu quinto fechamento seguido de queda nesta terça-feira, derrubados por uma perspectiva mais fraca da fabricante norte-americanas de chip Intel, o que pressionou papéis do setor tecnológico, além das preocupações dos bancos pesando na área financeira.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha os principais papéis da Europa, fechou em queda de 1,4 por cento, a 1.279 pontos, patamar mais baixo de fechamento em seis semanas.

O índice iniciou a sessão no terreno positivo, mas projetou trajetória de queda em seguida.

"O sentimento ainda é muito, muito ruim", afirmou Thomas Radinger, gerente de fundos de ações na Pioneer Investments.

"Investidores usam breves períodos de recuperação, como o desta manhã, para reduzir suas posições", pontuou o gerente, acrescentando que não vê nenhuma melhora no curto.

O setor bancário teve novamente um dos piores desempenhos da sessão, tendo peso maior na queda do dia com o HSBC perdendo 2,7 por cento e o UBS cedendo 3,4 por cento.

Papéis de empresas de tecnologia operaram em queda depois que a Intel afirmou que os preços mais fracos para alguns de seus chips de memória pode afetar seus lucros, fomentando temores sobre o crescimento e investimento no setor tecnológico.

A Nokia, maior fabricante mundial de celulares perdeu 5,2 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de 0,87 por cento, a 5.767 pontos.   Continuação...