Equador não tem provas de apoio dos EUA à incursão colombiana

terça-feira, 4 de março de 2008 15:08 BRT
 

QUITO (Reuters) - O Equador indicou nesta terça-feira que não tem indícios de que os Estados Unidos apoiaram as forças colombianas que entraram em seu território, na operação que terminou com a morte de um dos líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O protesto equatoriano contra a invasão de seu território gerou uma crise e despertou versões de que a Colômbia teria recebido informações sobre a localização do guerrilheiro Raul Reyes dos Estados Unidos, através da base aérea de Manta, que opera no Equador.

"Não existem evidências. A base não teve movimento durante sexta-feira à noite e a madrugada de sábado. Não há registros. Portanto, não existem provas de intervenções da base de Manta", disse o Ministro da Segurança, Gustavo Larrea.

A base de Manta fica a cerca de 270km a oeste de Quito e é o centro da política contra o narcotráfico dos Estados Unidos na região.