BOLSA EUA-Mercado abre em queda com preocupação sobre Citi

segunda-feira, 5 de novembro de 2007 12:36 BRST
 

NOVA YORK, 5 de novembro (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos abriram em baixa nesta segunda-feira, em meio à preocupação com as perdas no setor financeiro após o Citigroup (C.N: Cotações), que viu a renúncia de seu presidente, declarar que pode ter que fazer a baixa contábil de 11 bilhões de dólares em crédito de alto risco.

Às 12h35 (horário de Brasília), o índice Dow Jones .DJI, referência da bolsa de Nova York, recuava 0,78 por cento, para 13.491 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq .IXIC caía 1,11 por cento, para 2.779 pontos. O índice Standard & Poor's 500 .SPX tinha queda de 0,94 por cento, para 1.495 pontos.

O Citigroup afirmou que as baixas contábeis podem aumentar se houver uma piora nos mercados. O banco, que operava em baixa de cerca de 5 por cento, também reduziu o lucro por ação do terceiro trimestre.

Em uma teleconferência antes da abertura do mercado, o vice-presidente financeiro do Citigroup, Gary Crittenden, disse que "não há nenhuma maneira de alguém dizer com segurança como as coisas vão se comportar."

Duas corretoras reduziram o preço-alvo do Citigroup, que tem a pior performance no índice Dow Jones este ano.

"Com a questão do subprime (crédito de alto risco), cada dia é outro tijolo que parece cair do muro", disse Ray Rund, diretor-gerente e chefe de pesquisa da Shaker Investments, em Ohio.