Bancos na Ásia e Europa encaram trimestre desanimador

terça-feira, 5 de agosto de 2008 10:13 BRT
 

Por David Dolan

TÓQUIO, 5 de agosto (Reuters) - Diversos grandes bancos na Ásia e Europa apresentaram fortes quedas nos lucros trimestrais nesta terça-feira, pressionados pelo desaquecimento nos mercados globais e previram um crescimento pequeno para o restante do ano.

O lucro líquido do banco japonês Mitsubishi UFJ Financial Group (8306.T: Cotações) e do francês Société Générale (SOGN.PA: Cotações) caiu cerca de 60 por cento em ambos, enquanto o United Overseas Bank UOBH.SI conseguiu ter uma ligeira alta no resultado, mas alertou para uma perspectiva difícil.

O britânico Standard Chartered Plc (STAN.L: Cotações) destoou da tendência, superando as expectativas do mercado com um aumento de 31 por cento no lucro do primeiro semestre antes de impostos, puxado pelo crescimento na Ásia.

Enquanto muitos bancos asiáticos como o Mitsubishi UFJ evitaram as perdas com as hipotecas de alto risco (subprime) que derrubaram o Citigroup (C.N: Cotações) e Merrill Lynch MER.N, as turbulências do mercado desencadearam prejuízos com operações e a fraca demanda da economia global pesou na demanda por financiamentos.

Essa perspectiva econômica fraca significa que os investidores devem focar em instituições de economias menos dependentes de exportações aos Estados Unidos, afirmou Daniel Tabbush, estrategista de bancos asiáticos na corretora CLSA.

"Você quer olhar os bancos que tenderam se sair bem contra a desaceleração norte-americana ou contra outros bancos na Ásia enquanto ocorre um desaquecimento lá", afirmou.

Além de outra temporada de resultados severa, analistas apontam que as perspectivas para o restante do ano também são fracas.

"Em nossa visão, a qualidade dos ativos e ciclo de crédito serão a maior questão a ser confrontada pelo bancos asiáticos no segundo semestre de 2008 e em 2009", afirmou Matthew Wilson, analista de bancos no Morgan Stanley.   Continuação...