Hillary diz em carta que declarará apoio a Obama no sábado

quinta-feira, 5 de junho de 2008 07:41 BRT
 

Por John Whitesides

WASHINGTON (Reuters) - Hillary Clinton declarará apoio à candidatura de Barack Obama à Casa Branca e buscará aglutinar apoio em torno dele, disse a ex-primeira-dama em uma carta na quinta-feira, colocando um ponto final a uma disputa de 16 meses que dividiu o Partido Democrata.

Hillary apoiará Obama publicamente no sábado e prometerá trabalhar pela unidade partidária na disputa das eleições gerais contra o republicano John McCain.

"No sábado, estenderei minhas congratulações ao senador Obama e meu apoio à sua candidatura", disse a senadora por Nova York em carta a simpatizantes divulgada na manhã de quinta-feira.

"Eu disse durante toda a campanha que apoiaria enfaticamente o senador Obama se ele se tornasse o candidato do Partido Democrata, e pretendo cumprir essa promessa."

Hillary confirmou que realizará um evento em Washington no sábado para agradecer a todos que apoiaram sua campanha. Originalmente o evento estava marcado para a sexta-feira, mas a data foi mudada para que mais eleitores participem.

"Essa foi uma campanha dura e longa, mas como eu sempre disse, minhas diferenças com o senador Obama são pequenas comparadas com minhas divergências com o senador McCain e os republicanos", disse ela na carta.

"Falarei no sábado sobre como podemos juntos unir o partido em torno do senador Obama. O que está em jogo é muito e a tarefa a nossa frente é importante demais para fazermos de outra forma."

Hillary ainda não decidiu suspender ou encerrar sua campanha, o que permite a ela manter o controle dos delegados conquistados na convenção, disseram assessores.

Ela passou boa parte da quarta-feira conversando com simpatizantes, muitos dos quais pediram à senadora que suspendesse sua campanha agora que Obama conseguiu a indicação.

(Reportagem adicional de Jeff Mason, Donna Smith, Caren Bohan, Thomas Ferraro, Ellen Wulfhorst e JoAnne Allen)

 
<p>Hillary Clinton falando ao Comit&ecirc; Americano de Assuntos P&uacute;blicos de Israel, em Washington, 4 de junho. Ela declarar&aacute; seu apoio a Barack Obama no s&aacute;bado. Photo by Kevin Lamarque</p>