Em Salvador, favoritos votam com ministros para exibir apoio

domingo, 5 de outubro de 2008 16:13 BRT
 

SALVADOR, 5 de outubro (Reuters) - Com a eleição indefinida de acordo com as pesquisas de intenção de voto, os candidatos à prefeitura de Salvador João Henrique (PMDB), Walter Pinheiro (PT) e ACM Neto (DEM) votaram no domingo acompanhados por ministros e aliados.

Os três candidatos têm chances de chegar ao segundo turno e buscaram exibir o prestígio político, levando para as urnas correligionários de peso. O prefeito João Henrique (PMDB) foi votar acompanhado do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima. Walter Pinheiro se fez acompanhar do ministro da Cultura, Juca Ferreira, e do ex-ministro da Defesa, Waldir Pires. ACM Neto, por sua vez, estava com o pai, o senador ACM Júnior (DEM), e com o ex-governador Paulo Souto.

Dado como derrotado no início da campanha há alguns meses, João Henrique, que pela pesquisa Datafolha lidera a disputa com 30 por cento das intenções de voto, se mostrou confiante.

Três novas pesquisas foram divulgadas em Salvador nas últimas 24 horas (Vox Populi, Ibope e Datafolha), todas repetindo o mesmo cenário, mostram João Henrique tecnicamente empatado com ACM Neto (DEM) e Walter Pinheiro (PT).

"Teremos surpresa no dia de hoje", disse João Henrique, que se disse satisfeito com a receptividade do eleitorado, capaz de levá-lo ao segundo turno.

O candidato do PT, Walter Pinheiro, afirmou estar certo de que vai para o segundo turno, mas evitou falar em futuras alianças. "A partir de amanhã, vamos ver com quem conversar", afirmou. O governador baiano, Jaques Wagner (PT), vota em Camaçari, na região metropolitana de Salvador, e não acompanhou o candidato petista.

ACM Neto também se mostrou confiante de que disputará a etapa decisiva em sua primeira eleição majoritária. "Estamos preparados para vencer qualquer adversário no segundo turno", disse ele.

Em Salvador, votam 1.747.280 eleitores. A Justiça Eleitoral preparou 603 locais de votação na capital, que tem cerca de 20 por cento do eleitorado do Estado. Salvador é o quarto maior colégio eleitoral do país.

A previsão do TRE da Bahia é concluir a apuração em Salvador até às 20h30. Os resultados de todo o Estado devem ser conhecidos até às 22h.

(Reportagem de Augusto Cesar Barrocas; Edição de Mair Pena Neto)