Marta quer comparar trajetórias; Kassab almeja PPS e tucanos

domingo, 5 de outubro de 2008 15:18 BRT
 

Por Renato Andrade

SÃO PAULO, 5 de outubro (Reuters) - A candidata do PT, Marta Suplicy, aposta na comparação de propostas e trajetória política para tentar vencer a disputa eleitoral pelo comando da maior cidade do país. O prefeito Gilberto Kassab (DEM), provável adversário da petista no segundo turno, quer atrair o PPS de Soninha Francine e consolidar sua aliança com os tucanos, para garantir sua reeleição.

Após votar na manhã de domingo, Marta declarou que pretende comparar no segundo turno suas propostas de governo, sua trajetória política e gestão na prefeitura com as do adversário.

De acordo com pesquisas recentes, Marta e Kassab devem disputar o segundo turno na capital paulista. A petista, que governou a capital de 2001 a 2004, disse, no entanto, que aguardará "respeitosamente" que as urnas se abram e indiquem seu oponente na votação do fim de outubro.

"Agora tem que esperar para ver o candidato que vai disputar, e nós vamos, no segundo turno, continuar com nossas propostas --que foram copiadas pelos nossos opositores--, comparar a nossa gestão com a gestão de quem ganhar e mostrar a trajetória política de cada um", disse a candidata.

Integrantes da campanha de Marta já sinalizaram que a petista tentará "colar" em Kassab o passado de alianças que fez com os ex-prefeitos Paulo Maluf (PP) e Celso Pitta (PTB), ambos com alto índice de rejeição entre o eleitorado paulistano.

Kassab também foi contido ao comentar a possível disputa com Marta no segundo turno da eleição. "Seria uma pretensão muito grande dizer que já está resolvido, mas as pesquisas me deixam em uma posição bastante confiante e otimista."

Mas adiantou que assim que tiver confirmada sua passagem para o segundo turno, espera contar com o apoio do PPS, de Soninha, por acreditar que a legenda tenha mais afinidade com sua candidatura do que com a da petista.

  Continuação...