Sarkozy critica aumento do juro promovido pelo BC Europeu

sábado, 5 de julho de 2008 09:45 BRT
 

PARIS (Reuters) - O presidente da França, Nicolas Sarkozy, criticou neste sábado a decisão tomada pelo Banco Central Europeu (BCE) nesta semana de elevar a taxa básica de juro da região da zona do euro.

Para o presidente francês, a decisão prejudica as empresas exportadoras da Europa.

Durante um encontro de seu partido, o UMP, em Paris, Sarkozy questionou se era "razoável elevar a taxa de juro européia para 4,25 (por cento) enquanto os americanos tem uma taxa de 2 por cento".

O BCE elevou o juro na quinta-feira para o maior nível em quase sete anos, alegando que o movimento era necessário para ajudar a trazer a inflação da zona do euro, que atingiu recorde de alta, de volta à trajetória perseguida pelo BC.

O presidente francês já havia criticado a possibilidade de aumento do juro pelo BCE na segunda-feira, dizendo que a medida não iria por em ordem a inflação, já que o principal fator por trás do avanço do índice era o elevado preço do petróleo.

O principal objetivo do BCE é manter a inflação abaixo de 2 por cento no médio prazo, mas os preços ao consumidor estão neste momento com uma alta anual de 4 por cento, o maior avanço registrado desde o lançamento do euro.

(Reportagem de Veronique Tison)

 
<p>Sarkozy critica aumento do juro promovido pelo BC Europeu. O presidente da Fran&ccedil;a, Nicolas Sarkozy, criticou neste s&aacute;bado a decis&atilde;o tomada pelo Banco Central Europeu (BCE) nesta semana de elevar a taxa b&aacute;sica de juro da regi&atilde;o da zona do euro. 5 de julho. Photo by Philippe Wojazer</p>