Fed mantém juro por receio com crescimento e inflação

terça-feira, 5 de agosto de 2008 16:19 BRT
 

Por Mark Felsenthal

WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve manteve nesta terça-feira o juro básico norte-americano, expressando preocupações com o crescimento econômico e com a inflação e deixando poucas pistas sobre quando poderá elevar a taxa.

A decisão por 10 votos a 1 manteve o juro em 2,0 por cento, mesmo patamar desde abril.

O Fed reduziu a taxa em 3,25 pontos percentuais desde meados de setembro em resposta à forte crise imobiliária e às turbulências nos mercados de créditos.

"Apesar de os riscos ao crescimento permanecerem, os riscos da inflação também são uma preocupação significativa", afirmou o Fed em comunicado.

O comunicado foi bem parecido com o da última reunião do Fed, em junho. Mas o banco central omitiu a frase que apontava que os riscos ao crescimento pareciam "ter diminuído de alguma forma".

O presidente do Fed regional de Dallas, Richard Fisher, foi o único voto contrário, preferindo uma alta da taxa. Esta foi a quinta votação contrária consecutiva de Fisher.

"Se houve uma mudança na avaliação de riscos é que, embora tenha assumido os riscos ao crescimento, eles ressaltaram os riscos da inflação", afirmou Marc Chandler, chefe de estratégia global da Brown Brothers Harriman, em relatório.