EUA não usam tortura em interrogatórios, diz Bush

sexta-feira, 5 de outubro de 2007 11:20 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O presidente norte-americano, George W. Bush, defendeu nesta sexta-feira o uso pela CIA de prisões secretas no exterior para interrogar suspeitos de terrorismo e declarou que os Estados Unidos não se valem de tortura.

Bush disse que o programa --que provocou críticas devido a seu método de interrogatórios-- é destinado a "proteger melhor" os norte-americanos.

"Esse governo não tortura pessoas", afirmou o presidente a jornalistas reunidos no Salão Oval da Casa Branca, após fazer declarações sobre a economia do país.

 
<p>O presidente norte-americano, George W. Bush, durante fala sobre torturas e economia no Sal&atilde;o Oval da Casa Branca, em Washington. Bush defendeu o uso pela CIA de pris&otilde;es secretas no exterior para interrogar suspeitos de terrorismo e declarou que os Estados Unidos n&atilde;o se valem de tortura. Photo by Jason Reed</p>