EXCLUSIVO-CEO do Yahoo se diz aberto a negociar com Microsoft

segunda-feira, 5 de maio de 2008 21:10 BRT
 

Por Michele Gershberg

NOVA YORK (Reuters) - O presidente-executivo do Yahoo, Jerry Yang, disse nesta segunda-feira que foi a Microsoft quem deixou a mesa de negociações e que ele ainda está aberto para conversar com a fabricante de software.

"Nós estávamos negociando uma forma de encontrar um terreno comum e no sábado eles decidiram desistir", disse Yang para Reuters em entrevista. "Eles começaram e eles desistiram."

Perguntado se o Yahoo ainda deixa uma porta aberta para conversões, Yang: "Se eles tiverem alguma coisa nova para discutir, nós estaremos abertos... e eu estou mais do que disposto a ouvir".

As ações do Yahoo caíram 15 por cento nesta segunda-feira após a Microsoft retirar sua oferta de 47,5 bilhões de dólares pela empresa da Internet.

Após três meses de negociações, o presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer elevou sua proposta para 33 dólares por ação, a oferta inicial era de 31 dólares, mas Yang manteve sua posição pedindo 37 dólares por ação.

Alguns analistas disseram que as ações poderiam ter caído mais, mas que investidores esperam que a Microsoft deve eventualmente voltar à mesa de negociação. Outros esperam que o Yahoo enfrente uma onda de processos questionando a empresa por não ter aceitado a proposta.

Yang disse que tem conversado com diversos acionistas desde sábado e suas reações com o fim das negociações tem sido diversas, desde desapontamento a apoio.

"Existe alguns que estão desapontados com o fim o negócio e existe outros que estão provavelmente satisfeitos por não termos fechado o negócio a 33 dólares", disse ele. "O fundo do poço é que nós fomos para negociar honestamente e com boa vontade e eles foram embora. Nós não fomos embora".

"Minha visão é que nós estamos seguindo em frente e eles disseram que estão seguindo em frente".