Mercado imobiliário britânico mostra mais sinais de fraqueza

quinta-feira, 5 de junho de 2008 08:57 BRT
 

LONDRES, 5 de junho (Reuters) - Duas notícias sobre o setor imobiliário da Grã-Bretanha forneceram nesta quinta-feira mais evidências de que essa indústria está enfrentando dificuldades, mas como o setor já perdeu tanto nas bolsas, as ações operavam em alta devido a um alívio de que os dados não foram piores.

A construtora de baixo custo Bellway (BWY.L: Cotações) alertou sobre uma queda maior que a esperada nas vendas anuais, depois que as reservas durante a primavera declinaram quase um terço à medida em que os compradores encontravam dificuldades em obter hipotecas.

Separadamente, o segundo maior concessor de empréstimos do país, o Halifax HBOS.L, disse que seu índice de preços de moradias recuou 2,4 por cento em maio sobre abril e 3,8 por cento ante igual mês de 2007.

O setor imobiliário britânico vem sofrendo em resultado da crise global de crédito.

"A oferta restrita de hipotecas, combinada a uma fraca confiança do consumidor, está levando o mercado a uma maior fraqueza", disse a Bellway.

O alerta da empresa é o mais recente de uma série liderada pela Persimmon (PSN.L: Cotações), maior construtora britânica por valor de mercado, que disse em abril que suas vendas no acumulado de 2008 declinaram 24 por cento.

As ações da Bellway, que tiveram na quarta-feira o menor nível em cinco anos, subiam 5 por cento.

(Por Dan Lalor)