Moody's vê sólido crescimento de construção civil no Brasil

quarta-feira, 5 de março de 2008 08:50 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O setor de construção civil no Brasil terá um sólido crescimento no próximos anos, com o ambiente favorecendo chances de realização de fusões e aquisições na indústria, afirma um relatório da Moody's Investors Service, divulgado nesta quarta-feira.

Esse crescimento depende, contudo, de uma expansão econômica contínua, taxas de juros estáveis e oferecimento de financiamento imobiliário cada vez mais amplo aos interessados em adquirir um imóvel, informou a agência de classificação de risco.

"O governo trabalha para tornar as leis do setor menos rígidas em várias frentes e melhorar o ambiente macroeconômico, e um grande déficit de moradias levou a uma grande disponibilidade de financiamento imobiliários para os compradores de imóveis", afirmou o analista do setor de construção civil da Moody's, Soummo Mukherjee.

"Estamos também vendo cada vez mais bancos e construtoras trabalhando juntos para melhorar o leque de financiamentos imobiliários", acrescentou o analista.

A Moody's observa que este setor no Brasil ainda é muito fragmentado, sem nenhuma empresa detendo mais de 8 por cento do mercado, e que isso abre possibilidades para movimentações no segmento.

"Dado o alto grau de financiamento necessário às construtoras, a dificuldade de se levantar capital e as vantagens de se ter um negócio de larga escala, esperamos ver uma série de fusões e aquisições no setor nos próximos anos", afirma o analista no relatório.

(Por Rodolfo Barbosa)