Irã declara vitória após relatório dos EUA sobre armas nucleares

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007 07:31 BRST
 

TEERÃ (Reuters) - O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, declarou vitória na quarta-feira depois que um relatório da inteligência dos Estados Unidos foi contra a acusação do governo Bush de que o Irã está ativamente buscando armas nucleares.

"Hoje, a nação iraniana é vitoriosa e vocês (Estados Unidos) estão de mãos vazias", disse o presidente do Irã em discurso televisionado.

Uma unidade de inteligência dos Estados Unidos surpreendeu na segunda-feira aliados e inimigos dos EUA ao dizer que o Irã suspendeu em 2003 seu programa de armas nucleares, contradizendo o presidente norte-americano, George W. Bush, que acusa Teerã de manter um programa ativo para o desenvolvimento de uma bomba atômica.

"Este relatório... está anunciando uma vitória para a nação iraniana na questão nuclear contra todos os poderes internacionais", disse Ahmadinejad.

O documento, entretanto, sustenta que o Irã continua desenvolvendo os meios técnicos que podem ser aplicados para a produção de armas. Em resposta ao relatório, Bush afirmou que o Irã continuará perigoso se desenvolver tecnologia para produzir uma arma nuclear.

Os EUA informaram que continuarão pressionando por uma terceira resolução de sanções da Organização das Nações Unidas (ONU) contra o Irã. Dois conjuntos de sanções foram impostos até agora porque o governo de Teerã se recusou a interromper suas atividades de enriquecimento de urânio, processo que tem fins tanto militares, quanto pacíficos.

(Por Reza Derakhshi e Parisa Hafezi)