Indústria opera a todo vapor e avança 2,8% em outubro

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007 11:58 BRST
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A indústria brasileira entrou no último trimestre de 2007 a todo vapor, e registrou em outubro a melhor taxa de expansão mensal dos últimos quatro anos, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

"A indústria está respondendo às encomendas de final de ano. O pico de produção sempre acontece nos meses de agosto e outubro, mas este ano veio mais forte pelas condições favoráveis da demanda interna", afirmou Silvio Sales, economista do IBGE.

A produção das fábricas instaladas no país cresceu 2,8 por cento de setembro para outubro, mais do que compensando a queda de 0,6 por cento registrado no mês anterior.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, a produção ficou 10,3 por cento maior --a mais forte variação registrada nesse tipo de comparação desde agosto de 2004.

"As sondagens já mostram que a indústria está operando nesses níveis porque as perspectivas para o comércio e indústria são favoráveis para este ano e para o ano que vem", acrescentou Sales.

O destaque em outubro foram os Veículos automotores que, segundo o IBGE, "carregam outros setores importantes" da cadeia produtiva. A produção das montadoras cresceu 7,0 por cento no período, de acordo com o levantamento do IBGE.

A expectativa para novembro é de um bom resultado, mas pode ser menor do que o verificado em outubro por conta de uma série de feriados.

"O importante vai ser olhar a comparação entre os meses de novembro já que a comparação ante o mês anterior estará um pouco comprometida", disse Sales.   Continuação...