Preço do minério faz Vale reavaliar emissões de 2008

quarta-feira, 5 de março de 2008 16:23 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O aumento no preço do minério de ferro acertado este ano pela Vale com seus clientes fez a empresa rever o volume de captações que faria este ano, informou o diretor Financeiro, Fábio Barbosa.

"Estávamos prevendo financiamentos por meio de várias instituições ao longo de 2008, em algumas já avançamos bastante e outras ainda dependem de negociação, mas estamos revendo o volume total em função da negociação do minério de ferro", disse Barbosa após apresentação do resultado da empresa em 2007 para analistas.

A Vale conseguiu elevar o preço do minério de ferro para 2008 em 65 e 71 por cento, dependendo da fonte de produção, o que vai gerar um caixa adicional de aproximadamente 10 bilhões de dólares.

O volume a ser produzido este ano gira em torno das 325 milhões de toneladas, contra 296 milhões de toneladas no ano passado.

Barbosa avaliou que o momento do mercado não é favorável para lançamento de bônus, devido à falta de liquidez, e por este motivo as captações da Vale, se realizadas no curto prazo, deverão acontecer via agências de crédito de exportação.

Já no caso de um eventual acordo para a compra da mineradora anglo-suíça Xstrata, cujas negociações estão em andamento, levará a Vale para negociações específicas de financiamento, disse Barbosa.

"Se quando considerarmos uma possível aquisição, nós vamos buscar um financiamento específico", limitou-se a informar o diretor, que não quis comentar sobre um possível empréstimo de 50 bilhões de dólares que já estaria acertado com o um pool de bancos para uma possível compra da Xstrata.

(Reportagem de Denise Luna; Edição de Marcelo Teixeira)