Farc matam cinco pessoas e sequestram mais de 200

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007 23:10 BRST
 

BOGOTÁ (Reuters) - Pessoas suspeitas de pertencerem às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) mataram cinco pessoas e sequestraram mais de 200 numa região de selva próxima à fronteira colombiana com o Panamá, disse uma autoridade na quarta-feira.

O massacre e o sequestro maciço, atribuídos às Farc, aconteceram próximos ao povoado de Riosucio, no departamento de Chocó, disse à Reuters a autoridade municipal Darío Blandón.

"Há cinco mortos e mais de 200 pessoas sequestradas", disse ele. A informação não pôde ser confirmado junto à polícia ou a fontes militares. Uma comissão humanitária com integrantes da Cruz Vermelha, Igreja e funcionário governamentais irá na sexta-feira para a região do massacre, localizada a cinco horas de lancha de Riosucio pelo rio Atrato.

A área foi ocupada por anos por paramilitares de extrema direita que conseguiram expulsar a guerrilha da região, mas se desmobilizaram e entregaram as armas depois de uma negociação de paz com o presidente colombiano Alvaro Uribe.

Nessa mesma região, as Farc mataram 10 camponeses e sequestraram outros 170 em julho de 2006. Horas depois os reféns, acusados pelas Farc de ligação com os paramilitares, foram soltos.

O departamento de Chocó é um dos mais violentos e pobres da Colômbia.

(Por Luis Jaime Acosta)