Banco da Inglaterra terá decisão difícil sobre juro nesta 5a

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007 07:26 BRST
 

Por Fiona Shaikh e Summet Desai

LONDRES (Reuters) - A decisão sobre o futuro da taxa de juro na Grã-Bretanha, que será tomada nesta quinta-feira, depende de uma avaliação cuidadosa dos formuladores de política monetária.

Por um lado, os diretores do banco central britânico avaliam os riscos de uma forte desaceleração econômica. Por outro, é preciso considerar o aumento das pressões inflacionárias.

Os dados divulgados na quarta-feira, que mostraram uma forte queda nos preços dos imóveis e uma desaceleração acentuada do setor de serviços, fizeram com que os investidores ampliassem as apostas em um corte da taxa, atualmente em 5,75 por cento, na reunião do comitê de política monetária do Banco da Inglaterra desta quinta, que se encerra às 10h (horário de Brasília).

A maioria dos economistas consultados na semana passada esperavam um corte da taxa apenas a partir do início do próximo ano, embora um grupo tenha mudado de posição depois dos fracos dados divulgados na quarta.

"A decisão sobre a taxa de juro de quinta-feira é uma das mais difíceis", afirmou Howard Archer, da Global Insight, que agora estima um corte de 0,25 ponto percentual na taxa básica de juro.

Os formuladores de política monetária admitem que enfrentam uma escolha difícil. Definir a taxa de juro neste momento não é uma coisa fácil, reclamou na semana passada Andrew Sentance, membro do comitê de política monetária do BC britânico.