UBS Pactual prevê Ibovespa em 85 mil pontos no final de 2008

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007 16:24 BRST
 

SÃO PAULO, 6 de dezembro (Reuters) - A corretora UBS Pactual estima que o Ibovespa .BVSP, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, termine 2008 no patamar dos 85 mil pontos.

"Continuamos otimistas com as perspectivas para as ações brasileiras. Nós apresentamos nossa meta para o Ibovespa em 85 mil pontos para o final de 2008, o que representa uma valorização de 31 por cento (em reais)", afirmou a equipe de estratagistas de ações latino-americanas do UBS em relatório nesta quinta-feira.

Na quarta-feira, o Ibovespa encerrou o pregão aos 64.927 pontos, perto de seu recorde histórico.

O UBS espera continuidade da boa lucratividade que foi observada nas empresas brasileiras em 2007, sobretudo naquelas ligadas ao consumo interno, além de consolidação por meio de fusões e aquisições.

A corretora destaca ainda que os preços das commodities devem continuar fortes no ano que vem, com impacto positivo nos setores de petróleo, mineração e siderurgia, cujas empresas representam quase 50 por cento do Ibovespa.

As principais apostas do UBS no mercado acionário brasileiro para 2008 são Petrobras (PETR4.SA: Cotações), Vale Vale5.SA, Gerdau (GGBR4.SA: Cotações), Perdigão PRGA3.SA, Lojas Renner LREN3.SA, Cesp CESP6.SA, Rossi (RSID3.SA: Cotações), PDG Realty PDGR3.SA, Banco do Brasil (BBAS3.SA: Cotações) e Wilson Sons WSON11.SA.

Para a corretora, os fatores de risco às suas estimativas para o desempenho da bolsa palulista incluem, no front interno, pressões inflacionárias que podem reduzir o consumo e problemas de infra-estrutura como o caos aéreo. No exterior, o UBS menciona o perigo de uma recessão nos Estados Unidos, o enfraquecimento de commodities e a piora da crise de crédito que teve início no setor imobiliário norte-americano.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa; Edição de Cesar Bianconi)