Explosões matam 42 no Iraque, EUA retiram tropas

quinta-feira, 6 de março de 2008 16:33 BRT
 

BAGDÁ (Reuters) - Duas bombas que explodiram em um intervalo de poucos minutos no centro de Bagdá deixaram 42 mortos e 120 feridos, segundo o general Qassim Moussawi, porta-voz de operações de segurança do Iraque.

As explosões ocorreram em uma área de comércio do bairro central de Karrada, na capital, no dia em que o Exército dos Estados Unidos anunciou a retirada de 2000 homens da capital iraquiana.

Uma testemunha disse que contou 13 corpos e viu pessoas segurando partes de corpos. Ele também viu uma mulher chorando na rua enquanto socorristas procuravam por seus filhos.

Várias fachadas de lojas foram danificadas e mais de 12 ambulâncias estiveram no local, acrescentaram as testemunhas.

Embora a violência tenha diminuído no Iraque nos últimos meses, autoridades iraquianas e norte-americanos dizem que a Al Qaeda, responsabilizada por eles pela maioria dos ataques, continua perigosa.

Na segunda-feira, dois ataques de bombas no centro e no leste de Bagdá deixaram 19 mortos, mesmo com um aumento da segurança para a visita do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad.

No mês passado, duas mulheres mataram 99 pessoas quando detonaram explosivos em mercados lotados na capital iraquiana.

RETIRADA DE TROPAS

O Exército dos EUA disse na quinta-feira que cerca de 2000 soldados americanos serão retirados de Bagdá, como parte de uma redução planejada das forças militares norte-americanas no Iraque.   Continuação...