G7 vai manter mensagem sobre câmbio em reunião de Tóquio--fonte

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008 15:37 BRST
 

6 de fevereiro (Reuters) - Os ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais do G7 vão manter a mensagem de outubro sobre o câmbio, afirmou uma fonte a par dos preparativos para a reunião do dia 9 em Tóquio.

"Será o mesmo tom da última vez, sem discussão", disse a fonte.

Autoridades em Washington também disseram aos parceiros do G7 que discussões sobre a relativa força das moedas não seria bem-vindas e que os EUA não entrariam em conversas oficiais sobre esse tema em Tóquio.

Frente à recusa dos Estados Unidos em discutir moedas, os membros do G7 que são da zona do euro --Alemanha, França e Itália-- aceitaram em princípio que seria contraproducente pressionar por um novo entendimento dos mercados cambiais, acrescentou a fonte.

O encontro do G7 ocorre num momento em que cresce a preocupação de investidores sobre o risco de uma recessão nos EUA.

A queda no valor do dólar ao mesmo tempo em que o euro se fortalece frente a uma cesta de moedas aumentou a pressão sobre a economia da zona do euro, dependente de exportações.

A fonte disse ainda que os delegados europeus devem recusar os pedidos de Washington por mais estímulo fiscal para incentivar a demanda doméstica na região.